Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Para te Esquecer tenho a vida toda

que a vida me ensine o melhor caminho para longe de ti...

Para te Esquecer tenho a vida toda

que a vida me ensine o melhor caminho para longe de ti...

what love is ...

 

 

 

 

Que amor é este que me consome sem nunca lhe atear fogo?

Que vento é este que me leva a ti sem saber onde estás?

 Não consigo esconder de mim a sensação estranha de borboletas no estômago, que vão esvoaçando como doidas na fresca primavera do ano e tudo se resume a isso: estranheza.

 Mais ainda quando te queria ver, como te vejo nessa imagem fictícia na memória que mais nada me deu senão a ilusão, a esperança e dias melhores.

Fui sempre feito desse amor diferente, maior até que a própria imaginação, e nunca me dei bem - estranho, mas preocupo-me - que chegasse o dia e o momento para acontecer tudo o que se pensa ou quer-se com destemida vontade mas o tempo não corre quando devia fazê-lo, os dias não são o que deviam ser.

Que culpa é esta que trago?

Que ansiedade?

 Que vontade?

 O amor é um sentimento perigoso que não sabe baloiçar à chuva nem ser-se social.

O amor é uma ligação e nem todos têm esse direito tão facilmente.

O amor sou eu mas falta o resto.

David Marinho

1 comentário

Comentar post