Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Para te Esquecer tenho a vida toda

que a vida me ensine o melhor caminho para longe de ti...

Para te Esquecer tenho a vida toda

que a vida me ensine o melhor caminho para longe de ti...

quero-te tanto...que chega a doer...

Quero dizer que te amo,
que és o meu único poema.
Mas sempre que te chamo,
surge esta dor suprema.
 Arranho a pele,
 misturando sentimentos,
 inundam-se os olhos,
vem o desespero.
 Fecho os olhos e vejo-me por momentos, a pairar, planando sem as asas que quero. E vem de novo todas as imagens da vida, as boas e más que me confundem a alma. Vem toda a alegria que sempre foi querida, vem esta raiva que me extingue a calma. Quero dizer que te amo, que és o meu único poema. Mas sempre que te chamo, surge esta dor suprema. Bate forte o coração, descompassado, os olhos já navegam na sua nascente, os cabelos é entre os dedos puxado, porque hoje até a verdade já mente. Salto no ar, caindo no abismo sem rede, solto um grito mudo que ninguém sente. Vem o sorriso de que ainda tenho sede, vem a imagem de quem magoa e mente. Quero dizer que te amo, que és o meu único poema. Mas sempre que te chamo, surge esta dor suprema. E ainda que tudo seja um estúpida ilusão, mesmo que ingénuamente queira acreditar, hoje já não há, ninguém sente, o coração, já é tarde, o comboio partiu, não dá para voltar. Quero dizer que te amo, que és o meu único poema. Mas sempre que te chamo, surge esta dor suprema.

Espero sinceramente que alguem te volte a Amar assim...

Fecho os olhos…
Ouço o silêncio
e sinto-me parte da solidão que enche estas paredes…
Não consigo acreditar no quanto a tua ausência me pesa no coração…
Queria que estivesses aqui…
Queria sentir o cheiro do teu cabelo
enquanto me escorresse por entre os dedos em rebeldes anéis de chocolate…
 Queria poder encostar a boca ao teu ouvido
e dizer-te que sinto a tua falta para além de todas as palavras a cada segundo que não estás aqui…
que sinto falta dos contornos do teu corpo contra
o meu,
do calor apaixonado do teu beijo,
da forma como me sinto protegida e desejada quando me abraças…
É tão bom poder aninhar a cabeça na curva do teu ombro…
sentir o teu perfume…
antever a forma como vais encostar o queixo ao meu ombro e envolver-me com a força de quem não quer largar-me nunca mais…
 Queria perder-me do mundo contigo…
deitar a cabeça no teu peito e sorver cada batida do teu coração…
enlaçar as tuas mãos para preencher as minhas…
mergulhar bem fundo em ti…
nesta sensação de ser tua e de te ter comigo
 para que juntos possamos preencher o eco e o medo
que regem o escuro das noites
 com algo bem mais forte que luz ou mesmo magia…
com amor…
o meu…
o teu…
o nosso…
único…
especial…
princípio e fim de tudo o que me importa…
de tudo o que tece um sentido para mim…

sol....mar...volta...

 
 
Lembro-me de muitas coisas…
de dias, de tempos, de ciclos de uma vida que às vezes não reconheço como tendo sido minha…
Até que chego a ti…
Quando enfim me perco na tua memória
sinto-me como se, após uma longa e árdua caminhada,
me visse enfim chegada a casa…
Lembro-me da praia,
da chuva,
 das estrelas…
lembro-me das palavras,
dos olhares, dos sorrisos…
Lembro-me das saudades, dos gestos e da suavidade do teu toque…
lembro-me de dançar sob o olhar atento de uma
noite de luar perdida entre os teus braços…
lembro-me de correr na praia sob a chuva,
os dedos entrelaçados aos teus…
sem pressa alguma de me abrigar senão no teu carinho…
lembro-me de te ouvir dizer que me adoras…
Às vezes ser feliz parece tão fácil…
Queres saber um segredo?
 Cansei-me de querer transcrever em palavras cada batida do me coração…
Dir-te-ei apenas que junto a ti me sinto tão melhor do que algum dia fui…
E que tudo o que procurei um dia se resume em ti…
nos momentos que partilhamos…
na pessoa que és…
Quisera um dia poder transmitir-te com a certeza matemática dos números o quanto o ter-te conhecido modificou as equações de vida que julgara tão cuidadosamente traçadas para abarcar qualquer eventualidade…
Mas creio ter enfim descoberto que o amor não é redutível a números ou palavras…
e que a sua força descansa na certeza das nossas dúvidas…
 porque longe de podermos pautar-nos por regras há que embrenhar-nos na subtileza
dos sinais que os gestos nos transmitem e ter a coragem
de deixar-nos guiar por vontades que não a nossa…
Hoje não saberia dizer-te o quanto significas para mim…
porque nunca julguei ser possível gostar de alguém a este ponto…
os limites que um dia me impus dobraram-se à ineficácia da sua própria rigidez e conheceram um fim em si mesmos…
 O coração
pulsa-me no peito desenfreado
 e não quero impor rédeas às suas batidas aceleradas…
Já não conseguiria fazê-lo de qualquer das formas…
 Conseguiste que me superasse nos meus próprios sentimentos…
Hoje em dia vivo somente para um momento…
aquele a que se reduzem todas as minhas igualdades matemáticas…
o próximo que partilharei contigo…
que poderá ser aquele em que enfim perderei
o medo de algumas palavras que venho entesourando,
ciosa da sua força e do seu impacto sobre mim…
Quero expor-me a ti por inteiro,
finalmente…
e dizer-te numa última palavra
exactamente o quanto me consegues ser especial…
Mas para tudo na vida é preciso coragem…
Será que estás preparada para ouvi-la?...

palavras em falta quando de amor se trata...

Queria ter palavras

para falar contigo

e te fazer

entender

tudo o que sinto

Queria ter força para lutar

contra o que sinto

e quem sabe conseguir ser

Tão indiferente quanto tu

Queria que a vida tivesses

revestido a minha alma

com uma armadura

daquelas

que nem a maior tempestade abala

...

Mas sabes

countinuo... o mesmo

coração mole maltrapilho

que conheces-te em tempo...

Agora sendo mãe ainda mais sensivel

Mas countinuam a faltar-me as palavras

certas

a ocasiao apropriada

para te explicar...

 

Tudo o que me assombra

desde o dia que sai de tua vida...

 mas um dia nem que leve a vida toda...

 

Hei-de ter essas palavras e hei-de saber...

 

chegar....

 

...

...

 

até ti...

love meu!

Bom dia Sweet....

Bom dia para ti e sabes

que é para ti...

Como queiras

Apareces-te

desapareces-te

Estas no teu direito e nada

posso fazer

Também há muita coisa

...

que não devia ter dito

e por isso decididamente

vou-me remeter

ao silencio

talvez tenhas

razão

para variar

não quero

nem era minha intenção

zangarmo-nos

mas tudo o que faças

fa-lo por ti

não envolvas nem a minha

vida nem

penses

em todo  resto

porque...

a minha vida corre na mesma

...

Tenho uma capacidade de

separar as coisas

e nao crias-te desiquilibrio

apenas ansiedade...

desculpa...

para variar...

beijo na alma..

gémea

PENSO JÁ TER ENCONTRADO

a minha alma gemea penso

que foste tu

por tudo o que sinto ate hoje

por tudo o que vivemos

e as experiencias de que fizemos

parte

sim

mas cansa

esta espera esta duvida este desassosego

de que sou alvo

Hoje recordei a nossa passagem por penacova

lembro-me do teu sorriso como se tivesses

a minha frente

Mas estou

farta

farta de não poder chegar

a parte alguma

farta de não saber seja o que for

cansada

é a palavra indicada sem duvida

Gostava muito de acreditar

que para todas as historias de amor

Há um final feliz

mas para esta

que final estara

reservado

...

quem sabera quem terá a chave

que abre essa porta

quem me sabera

dizer

que atitude

tomar

devo seguir

o meu coração e medigar

por palavras

tanto ao quanto inconclusivas???

 

FUI

Há coisas que realmente prefiro nao compreender

Mantives-te no silencio...

Que

quase 2 anos não tirando

um ultimo email teu que data do natal

de 2008

pensei

que se o quebras-te

por algum

motivo tinha

sido

fui tonta

Não volto

a ser

Acredita

...não espero mais nem

aguardo.

Quando realmente

quiseres falar

Tu ao contrario de mim~tens o meu numero

Não preciso mendigar

nada

Não acho correcto

Lá porque errei

Não tenho que ser

tratada de forma incorreta

Para variar

FUI!

aguardo

queria tanto falar contigo

Ir beber um café passear ir até aquele sitio

onde me levas-te a ultima vez que estivemos juntas

Queria encostar a minha cabeça

no teu peito e sentir que cheguei

onde queria chegar

que minha busca esta concluida...

Queria dizer em palavras menos complexas

o que me vai ca dentro

Queria parar urgentemente de sofrer

Como se isso fosse possivel

como se toda gente entende-se

do que falo...

Ontem já nao aguentava mais

liguei a Mafalda precisava desabafar com algém

Para variar

não tinha tempo para me escutar

e fiquei mais uma vez com este nó na garganta

Sem poder compartilhar com

Ninguem o que me vai na alma

pensei em escrever-te uma carta

Mas não sei ao certo que conteudo

lhe colocar

Penso

Penso

e não chego a lado

nenhum

não voltas-te a aparecer

ou pelo menos nao voltas-te a falar

para mim

...

why?

falta de tempo

ou andas por ai e eu nem te vejo

que coisa

...

terei alguma doença contagiosa

que te impeça de me dizer

seja o que for??????????

Aguardo

resposta...